NOTA DE ESCLARECIMENTO INICIAL

Somos COLORADOS e estamos preocupados com os rumos do CLUBE DO POVO. Por isso criamos este blog. Nosso maior objetivo é resgatar a alma do Sport Club Internacional, cujos alicerces estão fincados nas classes populares, que sempre deram sustentação e transformaram o INTER no GIGANTE que ele é.


O Inter NÃO nasceu em 2002!!!



sexta-feira, 30 de abril de 2010

FESTA DELES

By França
"Será que o Carvalho e o Pífero estão gostando de ver o g... fazer festa?"

DIFERENÇAS

Vejam a situação: o Inter vai para o g...Nal decisivo, dentro do estádio deles, precisando ganhar por 2 a 0 pra empatar a disputa, desfalcado do Guiñazu, que é a alma Colorada em campo, sabe-se lá com que escalação, depois de ter perdido e praticamente dado adeus àquela que é tida como a competição mais importante do ano, e de fato o é, enquanto eles vão praticamente de sangue doce, podendo administrar uma grande vantagem e depois de ter ganhado "heroicamente" (provavelmente essa será a manchete de amanhã) do Fluminense em pleno Maracanã.

E pensar que ano após ano o Inter tem sido aclamado como o melhor grupo de jogadores do Brasil...

Este é o tipo de planejamento da nossa direção...

quinta-feira, 29 de abril de 2010

E AGORA, PRESIDENTE?

Dificuldades no Gauchão! Dificuldades na Libertadores!

É deprimente ver este time do Inter jogar. A zaga não existe, o meio campo não marca, não arma e nem atrapalha o adversário, e o ataque, bom, sobre o ataque não tenho nada a dizer.

Mais deprimente ainda é ouvir a cúpula reclamando da arbitragem e convocando a torcida pra virar o jogo no Beira-Rio.

No tempo que no Inter era o Inter, perder daquele jeito pro g... dentro do Beira-Rio era motivo de demissão da direção de futebol ao porteiro do Eucaliptos. Mas agora tudo mudou, o Inter é um time de primeiro nível, que não dá importância pra Gauchão e que só pensa grande. Então esse novo patamar do clube obriga-o a ganhar a Libertadores!! Ou pelo menos a disputá-la com chance até o final.

Espero que aqueles entendidos de futebol moderno, que saíram do Beira-Rio no domingo achando que estava tudo bem, repetindo que nem macaquinhos amestrados (aliás, bela figura essa, hein?...) o discurso ridículo e oportunista da direção, e dizendo que aqueles que, como nós, criticavam tudo o que está acontecendo, são corneteiros, secadores, que não entendem nada de futebol, espero que esses apareçam agora pra se justificar e dizer o que pensam sobre isso tudo.

Agora escuto o sr. Pífero convocar a torcida pra lotar o Beira-Rio e mudar as coisas. Ora, sr. presidente, vejo a torcida Colorada, a verdadeira, fazer isso há pelo menos trinta anos. O que eu nunca tinha visto é uma direção tão mercantilista, tão arrogante e prepotente, capaz de dizer, quando a torcida critica, que conselheiro aconselha, dirigente dirige e torcedor torce. Pois agora é somente com esse torcedor que eles contam pra mudar esse panorama que eles mesmos criaram ao montar um time velho, com uma folha altíssima e que não tem nenhum comprometimento com o Inter. Eles criaram esse monstro ao entregar o Inter na mão dos empresários, que obrigam o treinador a escalar Kléber Pereira, Edu (ou Éverton, no caso do jogo de hoje) e outras aberrações, que não deveriam nem estar no grupo.

Enquanto isso, a torcida da direção, que acha bonito substituir o histórico e heróico Saci por um macaquinho com cara de abobado, vai continuar pulando e vibrando quando o g... fizer gol em pleno Beira-Rio e dizendo que o que interessa mesmo é a Libertadores. E agora guarda popular???

Este é o futebol moderno...

P.S.: Taison aos 42 do segundo tempo? Por favor!!!

quarta-feira, 28 de abril de 2010

TIMES, POLÍTICAS E... COERÊNCIA

Assisti a uma boa parte do jogo entre Internazionale e Barcelona, dois times que foram batidos pelo Inter comandado pelo "perdedor"* Abel, auxiliado pelo "triunvirato do mal"*, Fernandão, Clemer e Iarley.

Me ocorreu pensar o seguinte: o trio defensivo do nosso homônimo italiano tem Júlio César, o melhor goleiro do mundo na atualidade, Lúcio, revelado pelo Inter e que a experiência transformou num dos melhores zagueiros do mundo, e Walter Samuel, que depois da aposentadoria do Gamarra é o melhor zagueiro do mundo.

Já o nosso Inter tem Abbodanzieri, que é uma baita goleiro, com estrela, experiência e multicampeão, porém uma zaga formada por Bolívar, Fabiano Eller e Índio, todos excelentes (ex) jogadores, com uma excelente folha de serviços prestados ao Colorado, porém já praticamente aposentados desde o meio de 2006, do final do mesmo ano e de 2009, respectivamente, além do Sorondo, que pra mim é um grande mistério, posto que não é qualquer um que chega à titularidade da Celeste Uruguai, mas no Inter ele começou muito bem e depois caiu vertiginosamente, em parte pelas lesões, é verdade, a ponto de se transformar num poste de 2 metros, que não afasta de cabeça e nem por baixo.

Isso tudo me faz relembrar a política alardeada pela atual direção, que disse ser necessária a venda de um grande jogador por ano até que o clube atingisse a marca de 50 mil sócios. Já contamos com 100 mil e as vendas continuam...

Por outro lado, a mesma direção inventou a necessidade de dispensar jogadores experientes para dar espaço aos jovens da base. Neste quesito, pra me restringir ao que propus no início, ou seja, a comparação com a desfesa da Inter de Milão, recordo que o Renan foi vendido muito jovem e com grande futuro pela frente (o grande Clemer deveria dar passagem a ele, lembram?), o Agenor foi emprestado não sei pra quem (e lembro que ele entrou muito bem em fogueiras quando houve aquele surto de dengue ou sei lá o que no Inter), o Muriel não sei por onde anda e, principalmente, o Sidnei, negro alto e forte, bom no cabeceio, rápido na recuperação, boa saída de jogo, foi vendido antes dos 20 anos pra algum time de menor expressão da Europa.

Isso tudo denota que definitivamente não há uma política de futebol estruturada no clube atualmente. Alguns dirão que não é possível remar contra a maré do mercado, que domina o mundo do futebol moderno. Porém esses são os mesmos que dizem que um museu moderno, cuja saída é feita pela loja do patrocinador, um estádio moderno e confortável (talvez nas suítes...), um marketing de primeiro mundo e etc., refletem a inclusão do Inter no grupo dos maiores clubes do mundo. Ora, se podemos ser assim tão primeiromundistas em diversas áreas, porque o mesmo não ocorre no futebol? Por que os clubes da Europa conseguem manter jogadores de primeira linha (e alguns brasileiros também...) e para o Inter só vêm os refugos e algumas honrosas exceções, que ficam por pouquíssimo tempo? Aqueles que nos xingam pela nossa postura crítica, devem ter coerência de exigir para dentro das quatro linhas a mesma excelência que julgam ter atingido nas outras áreas e que, segundo eles, justifica tudo o que é feito pela direção, que, a meu ver, está negociando o Inter em nome de um suposto ingresso no seleto grupo dos grandes clubes mundiais.

Chegou a hora desses mostrarem a cara e dizerem que tipo de futuro desejam para o Clube do Povo.

*Essas adjetivações não são minhas.

terça-feira, 27 de abril de 2010

O SACI APARECEU!!!

Quem disse que protestar não dá resultado?

Se a geração 2006, conformista e passiva, acha que está tudo bem, nós não achamos! E seguiremos protestando sempre e enquanto for necessário.

E não é que a direção deu um jeito de fazer o Saci reaparecer... domingo (25/04/2010), no Beira-Rio, colocaram um boneco de plástico representando o Saci, porém sem o cachimbo. Melhorou, mas ainda não é o bastante! Queremos um Saci com cachimbo e nos mesmos moldes do macaco infantil! E em todos os jogos! Segue a vigília!

Não brinquem com a Nação Colorada! E jamais duvidem da força da torcida do Clube do Povo!

Vejam:

"Mascotes do Inter recepcionam musa colorada do Gauchão A representante do Inter no concurso Musa do Gauchão 2010, Rafaela Ribeiro, foi recepcionada por duas figuras especiais no Gre-Nal do último domingo (25/4), no Beira-Rio. A beldade desfilou à beira do gramado ao lado do Saci, mascote oficial do Clube, e do Escurinho, mascote dos projetos sociais desenvolvidos pelo Internacional. O 'Campeão de Tudo' está bem representado em qualquer situação, seja nos momentos com a Musa ou com os carismáticos mascotes!"

Cf. http://www.internacional.com.br/pagina.php?modulo=2&setor=18&codigo=11162

Mas não pensem que parou por aí e que está tudo certo. Porque A LUTA CONTINUA...

ANÁLISE

By França
Fazendo uma análise dos fatos ocorridos no domingo, começamos a notar que já entramos em campo derrotados. Vejam:

1) O Inter entrou em campo se arrastando, enquanto os bananas esntararam quase correndo, como nos tempos de antigamente se fazia no futebol;

2) Nenhum jogador do Inter deu entrevista antes da bola rolar, na minha opinião, prepotência pura;

3) Os primeiros doze minutos só deu g..., o colorado começou a ver a "cor da bola" a partir dos quinze minutos, em pleno Beira-rio;

4) O campo tava molhado, e nem assim chutamos de longe, sempre a velha mania de trocar passes na frente da área;

5) Ainda no primeiro tempo, o goleiro deles demonstrou um certo nervosismo em dois ou três lances seguidos, pois nem assim a "artilharia" colorada se deu por conta de que dava pra ganhar.Realmente é muita incompetência e má vontade.

Rápidas...

1 - Levando à risca a proposta de construção de conhecimento e crítica do blog através do debate, segue o link de uma matéria do Jornal JÁ bastante recente sobre a Arena do Grêmio, questionando e pontuando vários aspectos que devem ser levados em conta dado o fato que é do interesse de todos (não só de gremistas, mas também de contribuintes em geral e, diretamente, dos moradores da cidade de Porto Alegre);


2 - Na comunidade oficial do Inter no orkut, recentemente foi aberto um tópico onde se alerta para ENXAMES DE ABELHAS que estão tomando conta da Social. Se nada for feito, algo de MUITO SÉRIO pode acontecer, pois uma pessoa que é alérgica às picadas de abelha facilmente pode morrer por asfixia pelo inchaço da área do pescoço após a picada. Lembrando que em meados do ano passado um cavalo morreu em Porto Alegre devido ao ataque de um enxame de abelhas.

Mandem emails pra ouvidoria, pois providências devem ser tomadas de imediato!

Flávio

PS: Escolha a alternativa correta sobre as abelhas:

a) São padrão FIFA
b) Pagam mensalidade em dia
c) São da Turma do Escurinho

segunda-feira, 26 de abril de 2010

g...NAL Y OTRAS COSITAS

O que aconteceu ontem não é nada mais do que o reflexo do que tem sido a administração do Inter nos últimos anos.

Quando a gestão Fernando Miranda assumiu, em 2000, dizendo que o Inter estaria pronto para ganhar títulos em seis anos, muita gente, inclusive eu, "montou num porco", porque esse tipo de projeto ataca frontalmente o imediatismo do futebol.

Os fatos provaram, porém, que eles tinham realmente feito um estudo profundo do clube, em todas as suas áreas, e que não estavam apenas dando um "tiro na lua". Pagaram um alto preço por isso, porque foram praticamente escorraçados do clube.

A gestão Fernando Carvalho pegou aquele projeto em andamento e acabou fazendo com que eles acertassem na mosca, porque os grandes títulos vieram mesmo a partir E SÓ em 2006.

Fica a pergunta: quem tinha verdadeiramente um projeto, então?

É fácil ver que não há planejamento nenhum. Os planos para o Gauchão foram abortados já no jogo eliminatório contra o Novo Hamburgo, no primeiro turno, quando botaram em campo um arremedo de time, que nunca tinha treinado junto, em detrimento do time B, que tinha apresentado resultados satisfatórios. Agora com o título perdido, o presidente vem dizer que g...NAL não tem importância, sendo que ele mesmo disse, após o jogo contra o Pelotas, que um banaNAL era tudo o que o Inter precisava pra consolidar a boa fase.

Ora, se gauchão não importa, se g...NAL é secundário, então porque escalar o time completo?

Por outro lado, a entrada do Kléber Pereira e do Edu, a fim de salvar a lavoura, me lembrou que o Iarley e o Alex foram dispensados para que os jovens da base tivessem espaço. Como explicar, então, a contratação desses "craques" e de outros, como o nosso atual titular da 9? E por que o Taison não entrou ontem? Ou o Marquinhos? Ou o Leandro Damião? Ou qualquer um dos guris que deveriam ter espaço a partir da saída dos "medalhões"? Por onde anda o Thales, que o pato apontou como seu substituto? E por que o Agenor foi dispensado se o Abbondazieri tem 38 anos e provavelmente não vai ficar muito tempo na titularidade? (Acho ele um baita goleiro, uma ótima contratação, mas repetir o Clemer vai ser difícil.) Antes disso, por que deixaram o Renan ir embora?

Isso tudo é o retrato de uma política que não prioriza o futebol, como deveria, muito menos o torcedor, e pela qual muita gente deve estar enchendo os cofres...

Não quero que o Inter perca a Libertadores (e nem o Gauchão) para poder comprovar as minhas ideias, até porque elas continuarão as mesmas se os títulos vierem, mas do jeito que está, se passarmos pelo Banfield já estaremos no lucro.

Por último, ouvi dizer que o Ricardo Oliveira será a grande contratação para o segundo semestre.
Duas coisas:

1º - se ele ainda é um grande jogador, por que não vem logo, antes que o ano esteja dfinitivamente comprometido?

2º - Não seria mais um a bloquear a ascensão das promessas da base?

O pior de tudo é que tem gente que acha que as coisas estão bem e que te chama de secador se tu fizer alguma crítica.

Tempos modernos...

Rodrigo Navarro Lins de Aguiar

g...NAL

By França
O SR. VITÓRIO PÍFERO, TEVE A CAPACIDADE DE DIZER EM UMA RÁDIO, QUE PERDER O G...NAL, NÃO ERA A PIOR COISA DO MUNDO. ORA BOLAS!!! DENTRO DESSA DECLARAÇÃO RESOLVI FAZER UM RESUMO DOS EPISÓDIOS QUE JÁ PRESENCIEI DESDE JANEIRO.

1) O INTER CONSEGUIU A FAÇANHA DE PERDER A VAGA DA TAÇA FERNANDO CARVALHO PARA O TEMIDO NOVO HAMBURGO EM PLENO GIGANTE;

2) VENCEMOS O EMELEC NO BEIRA-RIO COM AS CUECAS NA MÃO (AS CALÇAS CAIRAM AINDA NO AQUECIMENTO);

3) O FERNANDO CARVALHO PAGOU O MICO DE ENTREGAR A TAÇA COM SEU NOME NO CHIQUEIRO;

4) FOMOS JOGAR EM RIVERA, COM 80% DA TORCIDA A NOSSO FAVOR E ARRANCAMOS APENAS UM EMPATE COM O ABOMÍNAVEL CERRO;

5) CONQUISTAMOS A VAGA PARA FINAL DA TAÇA FÁBIO KOFF "NOS PENALTIS", CONTRA O FORTÍSSIMO NOVO HAMBURGO;

6) FOMOS CAMPEÕES DA TAÇA FÁBIO KOFF, EM UM JOGO "HISTÓRICO" CONTRA O PELOTAS, ONDE SAIMOS PERDENDO DE 2X0, E SÓ REVERTEMOS PORQUE OS CARAS PERDERAM O FOLEGO NO SEGUNDO TEMPO;

7) COM A VAGA NA FINAL ASSEGURADA, TIVEMOS A CAPACIDADE DE TOMAR 2 DOS BANANAS EM PLENO GIGANTE.

COM TUDO ISSO, EU AINDA OUVI GENTE DIZER NA SAÍDA DO G...NAL QUE VAMOS CONQUISTAR A AMÉRICA.

É DOSE!

MACACO COM DUAS PERNAS E RABO PRESO

Abro a página de esportes de ZH hoje pela manhã e me deparo com a seguinte notícia:

"Acessibilidade tem espaço no clássico

Mesmo no ambiente tenso do Gre-Nal, uma atividade chamou a atenção dos dois lados: a campanha Acessibilidade – siga essa ideia, que busca eliminar barreiras de locomoção em locais públicos – levou ao gramado do Beira-Rio atletas como o ginasta Mosiah Rodrigues, o judoca João Derly, o ex-jogador de vôlei Paulão e o nadador paraolímpico Clodoaldo Silva."


No entanto, há três dias o Sr. Jorge Avancini, responsável pelo marketing colorado, enviou uma resposta no sentido contrário sobre os constantes questionamentos a respeito do sumiço do Saci que, segundo o marketing do Inter, é visto como perdedor por não ter uma perna e fumador de crack por fumar cachimbo. O Saci, segundo Avancini, teria menos mobilidade e agilidade do que o macaco infantil para participar de ações de campo e ações promocionais.

Com a palavra o próprio Avancini:

"o Saci hoje tem rejeição por parte das crianças, pelo fato de não ter uma perna, isso é visto como perdedor e por fumar cachimbo, além de ser politicamente incorreto as crianças estão associando este ato ao ato de fumar Crack. Se observares onde temos usado o Saci ele já aparece sem o cachimbo"

"Outro ponto que nos prejudica com o Saci, é que o fato de não ter uma perna, limita em muito a mobilidade e agilidade do boneco em ações de campo e ações promocionais, fato esse que nos coloca em desvantagem quando comparado com outros personagens."

Cf. http://wp.clicrbs.com.br/wianeycarlet/2010/04/23/inter-esconde-cachimbo-do-saci/?topo=77,1,,

Detalhe: o Saci não é usado por eles em lugar nenhum. Nem com cachimbo, nem sem cachimbo!

No domingo pela manhã, o macaco infantil, com duas pernas e sem cachimbo, participou de um desafio no programa "Esporte Espetacular", da Rede Globo, concorrendo com outras cinco mascotes e, PASMEM!, ficou em ÚLTIMO lugar! Isso que o macaco, por ter duas pernas e não fumar cachimbo, tinha mais "mobilidade e agilidade" do que o Saci.

Pois eu tenho certeza de que o Saci, com uma perna só e fumando cachimbo, passaria uma rasteira nos concorrentes e ficaria na frente de pelo menos um deles.

E agora, Jorge?

P.S.: A única manifestação que se ouviu, ontem, no Beira-Rio a respeito de macaco foi a seguinte: "Olha a festa, macaco..." - vinda dos segundinos, numa demonstração atávica e nojenta de racismo, que se perpetua ainda mais, agora, com este atenuante burro e oficializado pelo marketing colorado.

P.S.2: O que será que os torcedores negros do gfbpa pensam e fazem quando os demais cantam "chora, macaco imundo...", "olha a festa, macaco...", etc.?

domingo, 25 de abril de 2010

RIDÍCULO

By França
Rídicula a apresentação no GRE-NAL. Eu realmente gostaria de saber onde está a direção do Inter. Não adianta esse discurso de prioridade na Libertadores e outras desculpas. Clube grande tem que jogar pra ganhar sempre. Vocês pediram 100.000 sócios e levaram, pedem pra torcida comparecer, lá está o gigante lotado. E a resposta da direção e dos jogadores qual é? Sofrimento, vitórias espremidas, e derrotas. Até quando? Espero do fundo do coração, que esta gestão da diretoria, não repita o monte de bandalhas que fez a gestão Zachia. Já que estão tentando entregar o título pra "eles", façam a gentileza de ganhar a Libertadores, para não por o segundo ano consecutivo na lata do lixo.

CRÔNICA DE UMA MORTE ANUNCIADA - I

Estou curioso para saber se o senhor "Tipo" voltará a se manifestar. Possivelmente o que se viu hoje no Beira-Rio reflita a ideia do futebol moderno defendida por ele...

Agradeço, em nome do nosso grupo, as manifestações da Lúcia Bastos, que parece ter uma visão afinada com a nossa em relação ao futuro do Sport Club Internacional. Concordo que a falta de união dos torcedores e particularmente dos associados representa um grande empecilho para que as discussões sejam ampliadas com seriedade e possam surtir algum efeito. Por isso está feito o convite para que nos integremos de maneira a dar corpo às nossas reivindicações.

Aguardem para breve algumas mudanças no blog, que o tornarão mais atrativo e facilitarão a nossa comunicação.

Abraço.

Postado por Rodrigo Navarro Lins de Aguiar.

sábado, 24 de abril de 2010

A VOZ DO POVO EM ZH

O colunista Wianey Carlet do jornal Zero Hora, em sua coluna de hoje, 24/04/2010, traz um texto com reclamações da colorada Lúcia e nossas sobre o sumiço do Saci.


Desde 01/01/2007 a atual gestão do Inter vem alterando os símbolos sagrados dos colorados, começando pelas sucessivas mudanças do nosso emblema (coroa, louros, borda de catupiry) até a cor da camisa, o manto sagrado (dourada, cinza, azul-marinho) e, agora, o macaco infantil no lugar do Saci.

Estas manobras, aparentemente inofensivas, são extremamente perigosas, porque autoritárias (alguém aí foi consultado? Nós não), e podem culminar numa perda de identidade por parte de gerações futuras.

O Inter não é o G... Barueri - que já foi transformado em G... Prudente, que foi fundado ontem e é uma empresa travestida de clube de futebol. O Inter é uma instituição centenária, com raízes, tradições, ideologia e símbolos próprios e históricos! E precisamos zelar por eles!

Jogadores, técnicos, torcedores e dirigentes passam. O Clube fica. E tem de ficar firme e forte para todo o sempre!



A CONSTRUÇÃO DA CASA DO POVO

Atentem para este trecho retirado da coluna de Paulo Roberto Falcão em ZH, no dia 04/04/2009:


"Claro que não foi simples assim. Ralei muito para chegar àquela decisão. Para pagar a passagem de ônibus entre Niterói, onde eu morava, e o antigo Estádio do Nacional, onde os meninos do seu Jofre treinavam, eu vendia garrafas vazias. Meu pai era motorista de caminhão, não ganhava o suficiente para pagar aquela minha despesa extra. Mas gostava tanto de futebol e do Internacional que um dia encheu o caminhão de tijolos e me levou junto até o aterro em frente ao Asilo Padre Cacique. Com muito orgulho, participamos da campanha de doação de tijolos para o novo estádio que lá estava sendo construído exatamente para que o Inter não precisasse mais pedir emprestada a casa do rival nos grandes confrontos nacionais, como naquele jogo da Taça Brasil. Anos depois, já com o Beira-Rio pronto e na condição de atleta do clube, repeti simbolicamente o gesto da doação, carregando um carrinho de areia na rampa do estádio.

Foi muito gratificante jogar e conquistar títulos no estádio que ajudei a construir.

Cada vez que recordo a minha passagem pelo Internacional, bendigo a minha sorte. Lembro dos milhares de garotos que também sonharam o mesmo sonho, sem a possibilidade de realizá-lo plenamente - para usar a palavra mágica do seu Jofre. Nestes cem anos do Inter, é justo que se homenageie aqueles que contribuíram de alguma maneira para a grandeza desde clube multicampeão e detentor de um título mundial. Mas também é importante que se reverencie os sonhos de todos aqueles que não tiveram a oportunidade de doar tijolos nem de suar a camisa vermelha, e ainda assim carregam o clube em seus corações."


Não é à toa que Falcão é um dos maiores jogadores da História do Sport Club Internacional, senão o maior. O Capitão de 1979 tinha e tem exata consciência do que é ser colorado.

A atual gestão também sabia disso até 2006, mas a partir de 01/01/2007 dá indícios de ter sido acometida por uma amnésia que parece não ter fim.

Estamos, aqui, neste blog, justamente para relembrá-los dos ideais fundadores e mantenedores do Sport Club Internacional, Clube do Povo fundado em 04/04/1909!

FALCÃO ETERNO!

A CASA DO POVO

Colaboração de Raul Pons

Leiam o texto da imagem abaixo (basta clicar):

QUEM É O TIPO???

Grande Tipo (que nome legal, a propósito)! É isso aí mesmo! Tem que meter bronca nesses caras que querem que o Inter retroceda no tempo! O negócio é se adaptar ao mundo capitalista mesmo! Que bobagem é essa de preservar símbolos, identidade e raízes históricas? Temos é que ganhar títulos... Ôpa, peraí, ganhar títulos? Tem algo errado aí.

Vejamos: depois de 17 de dezembro de 2006 ganhamos, hummm..., gauchão, recopa, sul-americana, suruga... Putz, nenhuma Libertadores? Mundial, não? Brasileiro? Nada?

Bah, é esse o teu modelo de time grande vencedor?? Expande um pouquinho só o teu campo de visão (não vai doer muito...) e tenta enxergar o que vai acontecer ali na frente se continuarmos aceitando a política da atual gestão. Não vai muito tempo para que a gente veja o lançamento de uma camisa verde (ou laranja, ou de qualquer cor que não seja o vermelho), com o logotipo das empresas do sonda/carvalho no lugar do símbolo Colorado.

Pra ti certamente não vai fazer diferença, mas pra nós, que somos Colorados de alma e coração, isso não parece uma coisa muito boa. Eu quero continuar torcendo pro Sport Club Internacional, que existe, se não me engano, desde 1909 (ou seria 2002?...).

Continua "contribuindo" com as tuas ideias(?), mas da próxima vez revela a tua identidade secreta.

Abraço!

ALGUNS ESCLARECIMENTOS

Recebemos um comentário anônimo de alguém que se denomina “Tipo” (deve ser do tipo covarde, já que não dá a cara a tapa como fazemos aqui).

Este blog é um espaço democrático de colorados para colorados e aceitamos manifestações contrárias, porque não?! (Ao contrário da atual gestão que comanda o Inter, que altera símbolos e direitos históricos dos colorados arbitrariamente).

Reproduzimos abaixo, na íntegra, o comentário do “Tipo”. E a seguir alguns esclarecimentos básicos.

Diz o “Tipo” sobre um dos textos a respeito do sumiço do Saci:


“É isso aí... vamos voltar a ser o clube do povo (não sei quando deixamos de ser, mas enfim)... afinal de contas, queremos entrar de graça nos jogos!!! Pra que museu??? pra que conforto no estádio?? o bacana é ficar de pé, sentar no concreto, banheiro com privada é um luxo desnecessário!!! Vamos acabar com essa palhaçada!!! queremos um time mediano, como na década de noventa!! Pra que acumular dinheiro??? temos que ser do povo!!! isso sim!!! Saudades do záchia e do asmuz... estes sim, mantiveram nossas tradições... (sim, eu estou sendo irôncio)

Francamente, acho que temos problemas mais sérios do que a troca do saci e a tal "elitização" do inter. Vivemos em uma sociedade capitalista. quer títulos? quer ter um time que suporte uma alta folha de pagamento? então pague a mensalidade, pague pra visitar o seu estádio, e aceite que o marketing e a valorização da marca do clube são um mal necessário. E o clube sempre foi e sempre será do povo, pois é o povo quem sustenta o clube e mantém a tradição colorada viva.

*PS: como assim "será" que vamos sediar a copa??? Quem vai sediar então?? O OLIMPINICO??? Ou tu realmente acha mais provável que saia a arena do que a reforma do beira rio??”


Em primeiro lugar, não é necessário explicitar que está sendo irônico, isso é evidente para qualquer leitor com boa capacidade de compreensão textual, desde que o texto esteja bem escrito e bem estruturado, obviamente!

2 – Povo não significa exclusivamente pobre, como alguns pensam. Povo significa o conjunto de pessoas que constituem uma nação. (Dentro de uma nação temos pobres, ricos, brancos, negros, etc.).

3 – Não queremos entrar de graça nos jogos – até porque isso só acontecia em situações extremas, como o jogo contra o Veranópolis pelo Gauchão de 1997, por exemplo. Queremos, isto sim, que os preços dos ingressos sejam compatíveis com o poder aquisitivo de TODOS os colorados e que TODOS os colorados tenham a oportunidade de adquirir ingressos, sejam sócios ou não. Isto NÃO está acontecendo desde 01/01/2007.

4 – O Museu é fundamental para resgatar e manter a História do Clube. E deve permitir o acesso a TODOS os colorados. Leia mais no post “Quem aí foi convidado pra inauguração do Museu?”.

5 – Conforto no Estádio? Será que o “Tipo” estava se referindo àquelas cadeiras apertadas que foram colocadas na social e na arquibancada superior, onde uma pessoa que pese mais de 80kg não pode sentar?

6 – Ficar em pé ou sentar no concreto é uma opção válida (e no caso da arquibancada inferior é uma imposição!). A Guarda Pop, por exemplo, passa o jogo inteiro em pé...

7 – Não queremos um time mediano como o da década de 1990, por isso protestamos. Se o “Tipo” e outros estão contentes com o time e com o elenco atual do Inter, nós não estamos. E, embora o time da década de 1990 fosse mediano, nunca corremos o risco de sermos rebaixados para a divisão do gfbpa, a não ser em 1999 e em 2002 (quando a atual gestão já fazia parte da direção do Clube).

8 – O Inter é um Clube de FUTEBOL, portanto não visa ao lucro e não precisa acumular dinheiro. Precisamos disputar títulos e ganhá-los – como nos anos 1940, 1950, 1970 e 2006. E isto é possível sem rasgar as tradições e sem cortar raízes históricas mantidas por várias gerações, inclusive durante os anos de administrações píffias de Asmuz, Záchia e seus asseclas (não esqueçamos que Fernando Carvalho, o grande dirigente da primeira metade dos anos 2000, integrou as administrações de Záchia e Cia.).

9 – A substituição do Saci pelo macaco infantil é seriíssima, pois mexe nas tradições do Clube. O Saci representa muito bem o espírito do coloradismo. O macaco, aliás, serve de atenuante ao racismo histórico e nojento da Azenha. E, segundo a visão evolucionista de Darwin, pesquisas de arqueólogos e paleontólogos, o macaco seria um antecessor do homem, portanto um retrocesso de milhares de anos na escala evolutiva. Ou seja, adotar o macaco como mascote não tem nada de “evolutivo”.

10 – Uma “alta folha de pagamento” não garante time de qualidade e muito menos títulos. Basta ver o Real Madrid, que tem a folha mais cara do mundo e, no entanto, quem ganha títulos na Espanha, atualmente, é o Barcelona. O Chelsea tem uma folha de pagamento estratosférica, mas nunca ganhou a Champions League. Enfim, exemplos não faltam. O próprio Inter aumentou consideravelmente sua folha de pagamento após 2006, mas parou de ganhar títulos relevantes. Isto indica incompetência na hora de investir.

11 – O Marketing é importante para valorização do Clube. Porém, há diversas formas de se fazer isso. E não concordamos com a forma com que o Departamento de Marketing da atual gestão vem tratando a marca Sport Club Internacional. Estão alterando símbolos históricos de forma autoritária e lançando produtos com a marca do Inter para um público restrito apenas (tanto no aspecto socioeconômico como no geográfico). Se elogia tanto o marketing do Inter, mas eu nunca vi uma campanha voltada ao mercado asiático, por exemplo, que possui a maior quantidade de consumidores do planeta... O fato é que o Inter poderia ter uma receita bem maior e divulgar muito mais a sua marca se tivesse um departamento efetivamente preocupado em gerar receitas em vez de apenas status. É necessário que se criem produtos e preços alternativos para atender a TODOS os colorados. Para que o torcedor possa contribuir com o Clube, primeiro o Clube tem que contribuir com o seu torcedor!

Por fim, sobre o Beira-Rio ser ou não sede da Copa de 2014, a questão é muito mais ampla e preocupante do que esse provincianismo envolvendo a arena dos segundinos. Nem Porto Alegre está garantida como sede da Copa, imagina o Beira-Rio! Leia a coluna do Zini, hoje, em ZH.

sexta-feira, 23 de abril de 2010

RESGATE HISTÓRICO X CONSTRANGIMENTO E IGNORÂNCIA

É constrangedor o que a atual gestão vem fazendo em relação aos símbolos históricos do Sport Club Internacional.

Enquanto a direção, por meio de sua ouvidoria, envia e-mails aos colorados rechaçando a figura do Saci e tenta enfiar goela abaixo o macaquinho idiota, há uma campanha nacional para que o Saci seja a mascote da Copa do Mundo de 2014.

Vejam:
http://www.sosaci.org/saci_mascote1.htm

Percebam a incoerência da gestão que comanda o Clube cujo Estádio sediará (será mesmo?...) jogos da Copa do Mundo de 2014: a nossa mascote, o Saci, está cotada para ser a mascote oficial de um evento em nível mundial do qual o Inter fará parte, se tudo der certo. No entanto, a direção do Inter desconsidera este fato que poderia render uma exposição sem precendentes ao Clube do Povo, caso vinculasse o Saci ao Inter e à Copa em campanhas de marketing.

SACI ETERNO!!!

SACI (ainda e sempre) - RESPOSTA PÚBLICA À OUVIDORIA E À DIREÇÃO

Se essas 600 crianças desconhecem o Saci e sua importância em nosso folclore, taí mais um motivo pra reforçar a imagem do Saci publicamente e vinculá-lo às ações sociais e publicitárias do Clube do Povo, ora bolas! E apresentar Monteiro Lobato a eles!

Baseado em que a ouvidoria e a atual gestão chegaram a essas 'brilhantes' conclusões? Pesquisas? Estatísticas? Pois estatística mostra quase tudo, menos o essencial.

Além do mais, fazer uma enquete num universo de apenas 600 crianças e colocar em dúvida a representatividade do Saci, apresentando-o como "alternativa de personagem" é a prova cabal de que esta direção não respeita nossas raízes e pensa que o Inter foi fundado por ela em 2002 (quando quase nos rebaixaram para a divisão do gfbpa). Como assim alternativa? O Saci sempre foi, é, e sempre será a mascote única e legítima do Inter!!! Quer a atual gestão queira ou não!

O Saci perdedor? Fumador de crack? Tenha santa paciência... além de um desserviço ao folclore e à cultura, estão disseminando o preconceito já na tenra idade. É justamente o contrário! o Saci é um negrinho que vence as dificuldades, dentre elas não ter uma perna, através de sua astúcia e força de vontade. Essa é a imagem que deveria ser passada! O Saci é um vencedor! E vai vencer, inclusive, esse preconceito nojento que parece ser, infelizmente, institucional.

Turma? que turma?
A única turma que eu conheço é a 'Turma da Mônica" - que também é politicamente incorreta, segundo essa visão da ouvidoria, porque o Cascão não toma banho! e o Cebolinha fala 'ellado'...

"Adequação a nova realidade e evolução dos tempos"??? Mas desde quando ser burro, inculto, preconceituoso e discriminador é adequar-se e evoluir???
Ah, faça-me o favor.

Bem lembrado sobre a orca santista. E mais: vão torcer pro São Paulo, então, que tem um santinho de mascote oficial...
Imagina se o Guarani, o bugre campineiro, resolve dar um sumiço no indiozinho porque as "crianças" não se identificam com um menino "selvagem que anda pelado e brinca de arco e flecha" ao invés de usar roupa e jogar playstation...

Quem tem criatividade pra dispensar o Iarley, não repatriar o Capitão e contratar Tite, Edu e Kléber Pereira, certamente terá criatividade de sobra pra por o Saci de pé!

SACI ETERNO!!!

MAIS SOBRE O SACI (Ou rir pra não chorar...)

O SEGUINTE TEXTO FOI RETIRADO DA COMUNIDADE DO INTER OFICIAL NO ORKUT. É UM EMAIL QUE A OUVIDORIA REPLICOU PARA UM MEMBRO DA COMUNIDADE QUE QUESTIONOU SOBRE A HISTÓRIA DO SACI

Prezado Edson:

O Sport Club Internacional agradece teu contato.
Em resposta a seus questionamentos, segue o racional do sobre personagem Escurinho, mascote dos projetos sociais do clube,

· O Saci continua sendo o mascote oficial do clube, estamos tentando resgatá-lo, pois a nova geração, acostumados aos desenhos japoneses e americanos, desconhece o Saci e sua importância em nosso folclore.

· O Escurinho, não é o novo mascote do clube, sim o mascote dos projetos sociais, que foi escolhido numa enquete pelas mais de 600 crianças atendidas por nós, onde apresentamos varias alternativas de personagens inclusive o Saci.

· Outro ponto, o Saci hoje tem rejeição por parte das crianças, pelo fato de não ter uma perna, isso é visto como perdedor e por fumar cachimbo, além de ser politicamente incorreto as crianças estão associando este ato ao ato de fumar Crack. Se observares onde temos usado o Saci ele já aparece sem o cachimbo.

· Com o Escurinho e a chegada, num futuro próximo, de toda a sua turma, o Saci estará sendo incorporado a este contexto, dando assim visibilidade ao mesmo e adequação a nova realidade e a evolução dos tempos.

· Outro ponto que nos prejudica com o Saci, é que o fato de não ter uma perna, prejudica em muito a mobilidade e agilidade do boneco em ações de campo e promocionais, fato esse que nos coloca em desvantagem quando comparado com outros personagens.


Saudações Coloradas!

Gabriela Sanches
Ouvidoria
Sport Club Internacional
Eu quero de novo!

ESPERO ANSIOSO O DEPOIMENTO DE ALGUÉM NO FINAL DA NOVELA DIZENDO: "SOU VICIADO EM CRACK, COMECEI COM MACONHA, MAS DAÍ FUI TORCER PRO INTER E VI O SACI, COM AQUELE CACHIMBO. FOI DEVASTADOR!"

E QUE PAPO É ESSE DE QUE QUEM NÃO TEM UMA PERNA É PERDEDOR!!!??? QUE ABSURDO!!! PRECONCEITO NOJENTO!

TAMBÉM NÃO SE ENTENDE O QUE ELES CONCEBEM POR MOBILIDADE, SENDO QUE NO LUGAR DE UMA PERNA PODE MUITO BEM SE COLOCAR UMA BOLA, COMO NO BONECO ANTIGO!!!

SÉRIO, O SANTOS CONSEGUE DEIXAR UMA ORCA EM PÉ E O INTER NÃO CONSEGUE DEIXAR O SACI EM PÉ!!!

DEVASTADORES SÃO OS EFEITOS DO POLITICAMENTE CORRETO NA MENTE DESSA SOCIEDADE HIPÓCRITA E DESSAS CRIANÇAS QUE NÓS TEMOS HOJE EM DIA, QUE SÃO ENCAMINHADAS AO PSICÓLOGO QUANDO MATAM UMA FORMIGA!

EU TENHO ORGULHO DE TER UM MASCOTE UM MENINO NEGRO! SEMPRE TIVE E TENHO MAIS DO QUE NUNCA, NÃO IMPORTA QUE MEDIDAS A DIREÇÃO TENTE TOMAR EM RELAÇÃO A ISSO

LEMBRANDO O INTER FOI O ÚNICO TIME DE CUNHO POPULAR QUE PEITOU O USO DE UM NEGRO PRA MASCOTE. OUTROS TIMES COMO FLAMENGO E PONTE PRETA RECORRERAM DE ALEGORIAS PARA TAL

NO PRÓXIMO DOMINGO ESTAREI NO BEIRA-RIO, E PODE TER CERTEZA QUE SE EU VER O ESCURINHO POR AÍ, PERIGA EU PINTÁ-LO DE PRETO E METER UMA FRONHA VERMELHA NA CABEÇA DELE.

CONSTRANGEDOR É O MÍNIMO QUE SE PODE DIZER DESSA VISÃO DA OUVIDORIA (E POR CONSEQUÊNCIA, DA DIREÇÃO)

PS: QUEM DEVE FAZER PARTE DO RESTO DA TURMA DO ESCURINHO? TENHO ATÉ MEDO DE PENSAR!

PS2: "E que serviço prestado à inclusão social o clube está prestando, ao não usar o Saci por causa do preconceito em relação à sua deficiência..." (Raul Pons)

É MEU AMIGO, COMO DIRIA MINHA QUERIDA MÃE: "OS POSTES ESTÃO MIJANDO NOS CACHORROS!!!"

quinta-feira, 22 de abril de 2010

CADÊ O SACI??? - Continuação

Prestem atenção nesta matéria do site globo.com:

http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Esporte_Espetacular/0,,MUL1575724-16321,00.html

"A produção do programa reuniu os mascotes dos 14 times da elite nacional que já foram campeões brasileiros para um Desafio Espetacular."

Onde está o Saci???

trecho da matéria:

"Os times campeões brasileiros que estão representados no desafio são: Flamengo, Fluminense, Vasco, Botafogo, São Paulo, Palmeiras, Santos, Corinthians, Guarani, Cruzeiro, Atlético-MG, Internacional, Grêmio e Atlético-PR."

Pois o Inter NÃO está representado no desafio, porque o representante do Inter é o SACI!!!

"Quem você acha que vai sair com o título de campeão dessa disputa?"

Eu aposto que o Saci venceria com uma perna só...

ÁREA VIP? TÔ FORA!

Não, obrigado!
"Vou ficar na arquibancada pra sentir mais emoção..."

Forte abraço nos ídolos (que não são da minha geração, mas são ídolos de todas as gerações porque são ídolos do Inter e fazem parte da história do Clube).
Aliás, permitam-me relatar um fato ocorrido há poucos anos com o seu Larry. Domingo pela manhã, quando a tv pampa ainda tinha um departamento de esportes, o ricardo vidarte apresentava um programa de debates que não lembro o nome agora. Era interessante porque eles discutiam futebol, traziam informações sobre a rodada e, principalmente, porque levavam convidados ligados de alguma forma à dupla gre-NAL. Num desses domingos, dia de gre-NAL, se não me engano, o convidado do lado Colorado era o seu Larry Pinto de Faria - que muita gente da minha geração, infelizmente, não faz a menor idéia de quem ele seja, mas eu sabia, porque sempre acompanhei tudo que podia relacionado ao Inter desde piá. Não titubeei e mandei um e-mail para o programa parabenizando a produção por ter levado o seu Larry e agradecendo a ele diretamente por ter feito quatro gols no gre-NAL do dia 26/09/1954 na inauguração do olímpico, uma alegria que ele me proporcionou mesmo trinta anos antes de eu pensar em nascer. E não é que o vidarte leu o e-mail no ar e o seu Larry ficou emocionado!

E, hoje, os caras (leia-se a direção, os miguxos da guarda pop e seus asseclas) querem que eu aplauda o alecsandro, o edu, o taison e o kléber pereira. Ah, mas vão catar coquinho... se até o grande e eterno Valdomiro já foi vaiado um dia, quem são esses nabas pra acharem que não merecem vaias??? Apoio incondicional é o... tratem de fazer por merecer aplausos, bando de mercenários!

P.S.: o Bráulio que se cuide, porque o F$ não gosta de jogador de alta qualidade técnica, ele era contra a escalação do Bráulio na época dos Mandarins, porque, segundo o próprio F$ conta no seu livro, o Bráulio não jogava o "futebol que ganha", não era marcador nem brucutu. Numa dessas ele tira o Bráulio de lá e chama o Cleitão (lembram dele?!)...

quarta-feira, 21 de abril de 2010

CADÊ O SACI???

A atual gestão não respeita os símbolos colorados. FC e cia. acham que o Inter foi fundado por eles em 2002 (quando quase nos rebaixaram para a divisão do gfbpa). Escantearam o Saci, símbolo do folclore brasileiro e totalmente identificado com os ideais colorados, e tentam nos empurrar goela abaixo um macaquinho idiota que tiveram a ousadia de chamar de "Escurinho", ídolo colorado dos anos 70. O argumento é de que este macaquinho imbecil reforçaria a atuação do Inter em projetos sociais envolvendo o público infantil. Ora, qual criança não conhece e não gosta do Saci?! Qual símbolo brasileiro tem mais identificação com o público infantil do que o Saci, um dos principais personagens do "Sítio do Pica-Pau Amarelo"???
Além do mais, esta adoção repentina do macaco, só serve pra atenuar o caráter racista e neonazista dos cânticos que se ouve na azenha "chora macaco imundo..." e outros mais. E não é que deram um sumiço no Saci (da mesma forma que já tinham acrescentado aquela borda de catupiry ridícula ao emblema sagrado, que deve ter apenas as letras S, C e I entrelaçadas, segundo o próprio estatuto do Clube, que não é respeitado pela atual gestão em vários aspectos)!?
O macaquinho idiota deveria aparecer só nos projetos sociais dirigidos ao público infantil, mas agora está aparecendo em tudo que envolve o Inter. Até no gramado ele aparece em dias de jogos, coisa que nunca fizeram com o Saci.

Em sua coluna de hoje (21/04/2010) na "Zero Hora", Luiz Zini Pires, com quem entramos em contato, publica uma pequena nota sobre o assunto. Há muito mais colorados indignados com este desrespeito aos símbolos colorados de várias gerações.
DEVOLVAM O SACI!
DEVOLVAM O CLUBE DO POVO!

A própria RBS sabe que a mascote oficial e eterna do Sport Club Internacional é o SACI!!!
Atentem para a manchete do "Diário Gaúcho" de segunda-feira (19/04/2010).

PARA ONDE VAI O DINHEIRO???



No dia 09/04/2009 o colunista Hiltor Mombach publicou uma matéria sobre o balanço do Inter em 2008. Achei muito interessante e resolvi criar um tópico com o texto na comunidade oficial do Inter no site de relacionamentos Orkut para debater a questão com os demais membros que, aparentemente, são colorados.

Pasmem! Após algumas respostas surpreendentes, do tipo “enquanto estiver ganhando títulos, to cagando pra onde vai o meu dinheiro” e por aí afora, percebi que boa parte dos “colorados” da tal comunidade não estão muito preocupados com o passado, presente e futuro do NOSSO Inter e, além disso, têm sérios problemas de interpretação e compreensão de um texto.

Em momento algum eu questionei a honestidade dos dirigentes responsáveis pela gestão do Clube – A sigla F$, aliás, significa um questionamento às vendas tanto de jogadores como de produtos licenciados pelo Inter, que é um clube de FUTEBOL e, portanto, não visa ao lucro, mas sim à conquista de títulos e a manutenção de suas raízes históricas! O que eu questiono – e muito – é justamente essa política de futebol e gestão autoritária, mercantilista e dinheirista que, a meu ver, poderia gerar muito mais receita e alcançar um público bem maior e mais diversificado.

Abaixo, imagens de alguns comentários para o referido tópico. Peço que atentem para as datas! O tópico foi criado em 16/04/2009, portanto bem distante de período eleitoral e num momento em que o time dentro de campo enganava aqueles que só vêem a bola, como diria Nelson Rodrigues. O último comentário, postado pelo nosso amigo Flávio, data de 15/11/2009, ou seja, exatos 7 meses depois e quando o Inter afundava no campeonato brasileiro por conta dos erros imperdoáveis de F$ e Cia., dentre os quais a venda de Nilmar e a manutenção de tite no comando do time.
Engraçado que nenhum dos comentadores do tópico teve a humildade e a decência de reconhecer que estavam tão errados quanto os dirigentes e que do jeito que a coisa vai o Inter corre sérios riscos de não ganhar mais nada relevante nos próximos anos.
Será que eles continuam com a mesma opinião de que “ganhando títulos, pode se fazer o que bem entender com o dinheiro”???
Alguns comentários sobre os comentários das imagens que seguem:

Lucas: será que ele continua satisfeito com os “títulos” que não foram mais conquistados desde 2006??? Esse rapaz deve ter muito dinheiro sobrando pra se dar ao luxo de rasgar R$ 22,00 ou 55,00.

I-Fabrício: Idem. Será que ele continua satisfeito???

Márcio: será que ele ainda pensa assim, será que ele está realmente satisfeito com o time atual (que é praticamente o mesmo que restou do desmanche do ano passado)???

Adri: pelo visto temos alguns torcedores que recebem privilégios da atual gestão. Porque eu não recebi explicação alguma (só fiquei sabendo do aumento da mensalidade quando peguei meu extrato no banco). Vocês receberam alguma explicação??? (esta Adri, aliás, é a líder da FFC – Força Feminina Colorada – torcida organizada só de mulheres coloradas) O que, aliás, não me surpreende, visto que o presidente se dirige apenas aos sócios (como se quem não é sócio não fosse também colorado) e à guarda pop.

Mateus: todos sabemos que a estrutura do Inter gera muitos gastos, mas gera também uma receita enorme (maior que a de muito município do país), e questionamos muito a forma como essa receita é empregada. Não acho que pagar aproximadamente R$ 2.000.000,00 (dois milhões de reais) pra adquirir o passe de um jogador reserva, Andrezinho, por exemplo, seja um bom investimento. E outras questões mais.

Grégor: quero ajudar o Clube também, mas a direção não nos ajuda. Não estou vendo retorno dentro de campo, a reforma do Estádio está estagnada e não ganhamos um campeonato brasileiro há 30 anos, por exemplo (e não foi por falta de oportunidades, foi ou por covardia da direção – 2005 –, ou por incompetência ao montar e/ou desmontar o time em meio às competições, além de contratar técnicos desqualificados e insistir na manutenção dos mesmos – tite, o pastor-adenor-tricolor-distribuidor-de-coletes, é o maior exemplo mas não é o único. Há um momento em que convicção passa a ser teimosia. E teimosia é burrice!)

Vinícius: não somos vinculados a nenhum grupo político do Inter. Não somos sequer conselheiros. Somos, isto sim, colorados apaixonados e zelosos pelo nosso passado e preocupados com o nosso presente e, principalmente, futuro! A moderação da comunidade, sim, é fantoche da atual gestão e igualmente autoritária, pois fui expulso do fórum de discussões após alguns questionamentos naturais como o desse tópico.

Ramon: Nilmar não permaneceu muito tempo; Índio está em vias de se aposentar; Kleber não foi mais convocado; Sorondo praticamente ainda não estreou; Magrão também se foi pouco tempo depois; Taison continua sendo uma promessa de 2009, e já estamos em 2010; Sandro está vendido; Tales sumiu, Walter quase sumiu, Giuliano não aparece faz algum tempo; D’Alessandro não está produzindo o que se espera dele. Todo o investimento que se fez e que se diz que é feito nestes jogadores não está dando retorno.

Júnior: idem. Não sou chapa 2, nem muito menos gremista. Este argumento, aliás, é tão pequeno e ridículo quanto o gfbpa.
Guto: por falar em sócios, será que temos 100.000 sócios mesmo? Quantos estão em dia com a mensalidade? Por que a direção impede que sócios fundadores do Parque Gigante transfiram seus títulos aos seus descendentes, contrariando o item 4 que consta no regulamento do título de sócio-fundador do Parque Gigante?

Rodolfo: não, eu não queria o Bier. Eu quero alguém que represente os ideais do Clube do Povo, como fizeram alguns sucessores dos irmãos Poppe (Abelard Jacques Noronha, Frederico Arnaldo Ballvé, Fernando Miranda (cujo projeto foi interrompido, apesar de ter dado início a tudo isto que elogiam na gestão Piffio & Cia.) e Fernando Carvalho (até 2006). Se o Bier se dispuser a retomar esse rumo, terá meu apoio, sim. Do contrário, também farei campanha contra ele e quem quer que seja.

Marcos: ainda estamos aguardando a tua análise um ano depois...

Marcelo: este time aí não durou um semestre e já está desfeito, mas as peças não foram repostas.


ACORDEM!!!!
Não se pode vincular bons resultados de campo passageiros com uma administração discutível e com uma história centenária, e o contrário também é verdadeiro. Fernando Miranda pagou um alto preço por não ter ganhado nenhum gre-NAL (numa época em que o gfbpa tinha altíssimos investimentos da I$L e Ronaldinho Gaúcho em grande fase), apesar de fazer uma administração muito boa fora das quatro linhas. O famoso relatório MEDINA foi ridicularizado, mas quando se tornou realidade ninguém foi capaz de lembrá-lo e todos os louros das vitórias recaíram nos ombros do F$ (que teve seus méritos, é claro, mas não chegou lá sozinho). Agora, quando a situação é bem parecida em termos de resultado (porque as circunstâncias são completamente diferentes), a tolerância para com a gestão F$ e Cia. é diametralmente oposta. Onde está a coerência?Jogadores, técnicos, dirigentes e tocedores passam. O Clube fica! E tem que ficar intacto, do início ao fim, assim como era em 1909 até o resto dos dias.
ETERNAMENTE O CLUBE DO POVO!
FORA F$ & CIA.

terça-feira, 20 de abril de 2010

SANDRO

Quando foi anunciada oficialmente a venda do Sandro, eu disse que duvidava que ele não começasse a tirar o pé a partir de então. Pois me enganei. Não que ele esteja jogando alguma coisa, porque ninguém tá, mas ele não está se preservando. Nos últimos jogos ele não tem evitado divididas, o que parece ser uma demonstração de bom caráter e certamente é uma demonstração de inteligência, porque se ele chegar na Europa campeão da Libertadores o status é outro. Provavelmente, também, ele está jogando coberto por um belo seguro. De qualquer forma, como temos sido pródigos em descer a lenha, quando há algum elogio necesário, que não se omita.

SEGUE O ACHAQUE...

ByDouglas

E o Inter "morde" mais uma vez o bolso do seu torcedor, inclusive dos sócios. Os ingressos para o gre-NAL foram reajustados em 100%. E o pior é que ao tentar comprar antecipadamente, direito e vantagem do sócio-contribuinte, como gosta de dizer a atual gestão, a voz gravada tenta te empurrar um ingresso para o jogo contra o deportivo quito. É mole?! É muita falta de organização logística. Certamente vai haver confusão de novo (não é a primeira, nem a segunda, nem a terceira e, pelo visto, não será a última vez que teremos problemas nesse sentido). Como diria o Gabriel, o Pensador: Nação Colorada, "Até quando? Até quando vai levar porrada? Até quando vai ficar sem fazer nada?"...

GAUCHÃO = LIBERTADORES (???)

By França
A PROPÓSITO: SE O INTER SAIR PERDENDO DE 2X0 PARA O DEPORTIVO QUITO, CONSEGUIRÁ REVERTER?

domingo, 18 de abril de 2010

E TEM GENTE QUE TÁ FELIZ...

Puramordideus, o Inter toma dois e um passeio do Pelotas, sim, não foi do Manchester, foi do PELOTAS, no primeiro tempo, dentro do Beira-Rio, isto mesmo, não foi na boca do lobo, foi no BEIRA-RIO, e os caras dizem que eu sou secador porque estou criticando o time!! Todo mundo sabe que não sou a favor de vaia simplesmente pra pegar no pé, mas, por favor, não posso assistir ao que aconteceu hoje no primeiro tempo e ficar numa boa como se tudo tivesse um espetáculo.

Aquela popular é totalmente alienada ou então é bancada pela direção. Acho que é as duas coisas, porque o Pelotas fez o gol e a gente olhava pra lá e as bandeirolas deles tremulando como se fosse gol do Inter!

O raciocínio é bem simples: termina o primeiro tempo daquele jeito, ninguém vaia, ninguém se manifesta, os caras vão pro vestiário e acham que tá tudo bem, que dá pra seguir enganando. Por outro lado, se os caras entram no túnel debaixo de pau, o mínimo que vai acontecer é o treinador dizer pra eles no vestiário: "Ou vocês jogam ou vão pra PQP, porque os caras não tão gostando!!!" Deu resultado e o Inter voltou melhor e virou um jogo em que poderia ter feito quatro no primeiro tempo e administrado tranquilamente no segundo.

O que é mais incrível: depois do terceiro gol alguns imbecis, me desculpem, mas este é o termo mais apropriado, começam a gritar OLÉ! Grito de olé exige algumas condições: jogo ganho, ou seja pelo menos dois gols de diferença; minutos finais de jogo, isto é, depois dos 43; e, principalmente, BOM FUTEBOL! Nada disso existia na hora em que os lunáticos começaram a cantar.

E o seu Píffero achou espaço pra reclamar de impedimento no gol do pelotas e pra dizer que eles só chutaram duas bolas em gol no jogo todo. Eu pergunto pra ele: E DAÍ??? Quase perdemos pra um time que só chuta duas bolas em gol durante mais de 90 minutos e tu acha isso bom???

CHEGA DE PASSIVIDADE!!! O TIME ESTÁ UMA MERDA!!! Vamos ser campeões? Tomara que sim, vou vibrar muito se isso acontecer, mas a coisa tá torta e se continuar assim vai ser difícil arrumar.

VAMOS ACORDAR NAÇÃO COLORADA!!! Vamos atropelar nos g...NAIS, mas depois a coisa tem que mudar! A guria que acompanhou o jogo na cabine da Guaíba disse ao final do jogo que na quinta-feira o time tem que jogar como nos quinze minutos finais de hoje, porque se jogar como no primeiro tempo vai ser brabo! E é isso mesmo!

VAMOS FAZER O INTER SER O INTER DE NOVO, porque depois não adianta chorar...

CARTA AO JUREMIR

By Douglas
"Caro Juremir,
Sei que te preocupas muito com as questões sociais. Tenho acompanhado tuas colunas no 'Correio do Povo' diariamente. Sei também que és um grande colorado e te preocupas com as nossas questões. Sendo assim, convido-te para acessar o blog:

http://interdetodos.blogspot.com/

Não somos conselheiros, nem estamos vinculados a nenhum grupo político visando cargos nas próximas eleições. Somos um grupo de colorados, em geral sócios, que está muito preocupado com a forma que algumas questões estão sendo tratadas pela atual gestão que comanda o Inter há quase uma década, dentre as quais a mudança repentina e arbitrária dos nossos símbolos, tão caros aos colorados de várias gerações (a substituição do Saci e tudo o que ele representa por um macaquinho idiota, a borda de catupiry que foi adicionada ao emblema sagrado sem mais nem menos, a camisa dourada que está sendo enfiada goela abaixo, quando somos alvirrubros, a confecção errada da bandeira em desacordo com o estatuto do Clube, as gravações do nosso hino "Celeiro de Ases" com versos alterados), o preço absurdo dos produtos licenciados e vendidos na loja da Reebok (por que vender camisas oficiais por R$ 170,00 para meia dúzia, quando se poderia vender muito mais camisas para muito mais gente por um preço bem mais razoável e acessível?), os sucessivos desmanches do time em meio aos campeonatos e a reposição pífia, entre outras questões."

saudações coloradas,
Douglas Ricalde

OPOSIÇÃO SE MEXENDO...

By Douglas
Texto postado no blog do Hiltor Mombach, no site do CPovo:

JOÃO PATRÍCIO CENTENO HERRMANN / Conselheiro do Internacional

"Nos últimos anos, houve avanços em diversas áreas, mas o Clube ainda tem muito para melhorar. A eterna "pessoalização" do debate – que se concentra em nomes e menospreza as ideias, as propostas e os conceitos – nos leva a uma situação peculiar. Em vez de se mobilizar pela conquista de mais um título continental, o Clube hoje se depara com um elevado número de candidaturas à presidência, inclusive dos vice-presidentes eleitos. Todas com objetivo de conquistar ou manter poder; nenhuma delas amparada em projetos de uma nova forma de administrar o Clube e eliminar vícios crônicos típicos dos clubes de futebol brasileiro. A profissionalização bate às portas do Beira Rio. O novo salto para o Clube está na adoção das melhores práticas de governança corporativa. Debates internos estão sendo feitos sobre essa oportunidade, mas as resistências ainda são significativas em diversas áreas, especialmente naquelas que foram contempladas com colaboradores ligados aos movimentos políticos que integram a gestão – mas despreparados para servir o Clube caso essa gestão seja alterada. Os dirigentes eleitos democraticamente terão sempre a responsabilidade de tomar as decisões estratégicas do Clube. São eles que garantem a manutenção da história e da paixão nos rumos do Internacional. Mas está na hora de acrescentar a este modelo a profissionalização das funções gerenciais. Buscando, se necessário, profissionais de mercado para desempenhá-las com o máximo de eficiência e foco nos resultados. Questões relevantes, como a modernização do complexo Beira Rio, têm de ser debatidas à luz das modernas práticas de gestão, com base nos mais rentáveis estádios do mundo. É um debate que precisa envolver todos os colorados e ser norteado por aquilo que é melhor para o futuro sustentável do Internacional. Queremos sediar jogos da Copa de 2014 ou não? Como podemos aproveitar melhor as áreas do Complexo Beira Rio em benefício do Clube? Não podemos deixar de considerar esses questionamentos no planejamento do futuro do Internacional. Do contrário, ficaremos para trás, mais preocupados em exaltar o passado do que em construir o futuro, que é o dever dos conselheiros do Internacional e também dos sócios colorados que serão convocados para a Assembléia Geral no final desse ano. Portanto convido todos a refletir sobre a nova prática política que deverá prevalecer no Clube, deixando de lado o debate de nomes e priorizando a discussão de ideias. De projetos. O que estamos vivendo, hoje, dentro da própria diretoria do Internacional, é uma briga de grupos pelo poder. Briga inoportuna, quando disputamos a mais tradicional competição de futebol das Américas e que certamente terá reflexos negativos no resultado de campo – e no da própria gestão.Nosso Conselho Deliberativo, junto com os líderes do Clube, tem a responsabilidade e o dever de promover estas mudanças no debate político, mesmo que sob resistências e divergências pontuais. Temos de ser um Clube que vence e sabe porquê venceu, em constante evolução e jamais acomodado com nada que não seja títulos e glórias. A grandeza do Internacional não nos permite. Que venha o bi-centenário com outras centenas de taças no armário."

Postado por Hiltor Mombach - 16/04/2010 21:56 - Atualizado em 17/04/2010 15:43

Grifos por Rodrigo.

sexta-feira, 16 de abril de 2010

CARTA AO MILTON NEVES

By Álvaro
Sport Club Internacional – O eterno Clube do Povo do Rio Grande do Sul

Caro Milton Neves

Sou seu fã, gaúcho e Colorado de nascimento e assíduo telespectador dos programas de esporte da Rede Bandeirantes desde os anos 80. Lembro com saudades da voz do Alexandre Santos apresentando um dos melhores programas de todos os tempos cujo tema é o futebol, programa agora por ti apresentado com grande maestria.

Depois desta “rasgação de seda”, vamos ao motivo principal de minha mensagem: temos em Porto Alegre um grupo de amigos Colorados, alguns sócios do Sport Club Internacional, que está bastante contrariado com a atual direção e com os rumos que a mesma insiste em comandar ao Clube do Povo do RS, o Colorado dos Pampas.

Reconhecemos o grande trabalho que o Fernando Carvalho desempenhou como Presidente do Colorado, o que nos levou a vencer a Copa Libertadores da América de 2006 e o Campeonato Mundial Interclubes – FIFA do mesmo ano. Ocorre que algumas atitudes recentes da direção do Inter nos movem a protestar, algo que não imaginávamos fazer, ao menos em relação ao Fernando Carvalho e até mesmo ao Vitório Piffero.

Dentre os motivos de nossa indignação estão as recentes vendas e contratações mal feitas, a mudança da mascote do Colorado do afamado e tradicional Saci para um macaquinho ridículo e que nada tem a ver com a história do Inter, além de coisas menores em relação à história do clube, mas não menos importantes no contexto, como o custo do Livro que retrata o centenário do Clube do Povo, cujas origens remontam ao povo mais humilde de Porto Alegre.

Enfim, gostaria de divulgar o espaço em que publicamos nossas opiniões e debatemos fraternalmente sobre os temas ali propostos, visando tão somente o futuro de nosso amado Colorado, bem como a manutenção de seu glorioso passado.
http://interdetodos.blogspot.com/

Forte abraço!
Álvaro Troviscal

TINGA DE VOLTA?

By Douglas
Boa notícia, se se confirmar. Mesmo assim, pode ser tarde demais... e esse passado azul do Tinga não permite que eu fique totalmente feliz com a 'informação'.

FORA FC & CIA. ETERNAMENTE O CLUBE DO POVO

DO SITE DA ESPN

Na mira de Fluminense e Grêmio, Tinga pode voltar ao Internacionalpor ESPN.com.br com Agência GE

A passagem do volante Tinga pelo Borussia Dortmund está chegando ao fim e, depois da Copa do Mundo, o jogador deve voltar ao Brasil. Agora, trabalha para definir em qual clube será repatriado. Apesar de já ter sido sondado por Grêmio e ter recebido proposta do Fluminense, ele admitiu que pode acertar com o Inter se o Colorado se manifestar.

"É claro que, se eu tiver uma proposta do Inter, vou pesar diferente. Se tiver isso, pode mudar muita coisa", confirmou o volante, em declaração à Rádio Bandeirantes. Com o Colorado, Tinga se sagrou campeão Gaúcho, em 2005, e campeão da Copa Libertadores, em 2006. Tem um carinho muito grande pelo clube.

"Sai para jantar com o Paulo Paixão (coordenador físico do Grêmio e da seleção brasileira) e encontrei o presidente (Vitorio) Piffero. Ele disse que, quando eu quiser voltar ao Inter, as portas estarão abertas. Tenho uma relação de amizade e respeito com todos no clube", continuou Tinga.
Com proposta oficial do Fluminense, o jogador descartou ter tomado uma decisão. "Eu até poderia fazer um pré-contrato pela lei, mas não é verdade. Houve uma conversa e tem um interesse, além de uma proposta. Mas não tem nada definido e não quero fazer isso agora por ter coisas fora do país", disse descartando pressa: "Se eu quiser ficar na Alemanha, posso ficar".
O jogador ainda confirmou o interesse do Grêmio em sua contratação. "Tive sondagem do Grêmio e fiquei feliz, mesmo sendo colorado", afirmou Tinga, que foi revelado pelo Tricolor Gaúcho.


ESPERO QUE FC E VP NÃO FAÇAM COMO COM O FERNANDÃO E DEIXEM ELE IR PARA OUTRO TIME!!!
(enviado por Henrique Ferrão)

NEM SÓ DE PORRADA VIVE O BLOG...

By Douglas

"Pra não dizer que não falei de flores"... taí um negócio que eu acho bacana, até porque os caras volta e meia disponibilizam músicas de grátis na internet pro público em geral. Se tem uma coisa que é bem democrática atualmente é a música e o cinema. Estes são dois belos exemplos de que com boa vontade e boa admnistração é possível ter lucro, fazer um produto de qualidade e direcioná-lo às mais variadas camadas sociais, econômicas e culturais.
ETERNAMENTE O CLUBE DO POVO!

A LOJA DO CLUBE DO POVO???

By Douglas


Agora, sim, a loja está num local adequado (Moinhos de Vento). Entra lá e tenta comprar qualquer coisa - um boné, por exemplo - por menos de R$50,00.

Em tempo: em 1997, que foi a última vez que comprei um produto oficial do Inter (porque os atuais não contam, já que são da reebok), uma camisa oficial do Inter custava aproximadamente R$30,00 (aquela do Fabiano 5x2, com três listras brancas na vertical no ombro, lembram?!). Hoje talvez tu consigas comprar um chaveiro com esse valor...

Felizmente, hoje, eu tenho condições financeiras de adquirir um produto oficial do Inter (da reebok, melhor dizendo), mas nem por isso acho justo que se cobre o preço exorbitante que se cobra. E muito menos apóio o constrangimento que fazem passar aqueles que não podem comprar produtos na loja da reebok.

Protestar, nesse sentido, é sempre válido (até porque a coisa tá fugindo do controle, tá ficando fora da realidade). Pra quem não sabe, a cesta básica em Porto Alegre é a mais cara do país (compromete mais da metade do salário mínimo, segundo dados recentes). Como um cidadão que mal tem dinheiro pra comprar o feijão vai se dar ao luxo de pagar R$ 169,90 por uma camisa de futebol? É preciso (e justo!) que se busque uma alternativa - talvez uma camisa com um tecido diferente, mas igualmente oficial, com o selo, o carimbo da marca Sport Club Internacional - para quem tem um poder aquisitivo baixo.

Obs.: não compro produtos piratas, mas não critico quem o faz, porque sei da dificuldade que é tu querer colaborar com o teu Clube do coração, mas o Clube (leia-se a direção que o comanda em dado momento) não querer colaborar com o torcedor. mas meus motivos não são tão mesquinhos como os da turminha do "não tem dinheiro, então não compra, mas também não reclama" ou "vai trabalhar, vagabundo" ou, ainda, "mas pra cerveja e putaria tem dinheiro, né". Explico: quando tu compras um produto pirata (e isso serve pra tudo, mas me refiro especialmente pra coisas do futebol), tu não sabes a procedência dele (a qualidade é inegavelmente inferior ao original), há sonegação de impostos que deveriam ser revertidos em serviços sociais (como educação, saúde, transporte, etc.), isso serve de desculpa pra se ter menos empregos formais, com carteira assinada e tal, tu não sabes sequer pra que clube torce o vendedor (sustentar gremista? tô fora! hehehe) e não colabora com o teu Clube do coração (a não ser quando veste o manto pirata e torce pro Inter em dia de jogo).

Entenderam, playboyzada?! O clube da elite, da aristocracia, da burguesia, adepto do racismo fica na Azenha!

O Inter é o Clube do Povo! (e povo significa todos os segmentos sociais, do mendigo ao milionário. mas, como se sabe, a base da pirâmide social é composta por gente humilde, pobre, com poucos recursos financeiros, dentre as quais a grande maioria é torcedora do Inter. E essa gente não pode ser excluída do "processo de modernização e profissionalização" do futebol e do Clube em si). Além do mais, o Inter é um Clube de FUTEBOL, movido pela paixão dos seus torcedores, e não um banco ou uma empresa que precisa gerar lucro.

Isso tudo me lembra um verso do playboy/burguês Cazuza: "a burguesia fede / a burguesia quer ficar rica / enquanto houver burguesia / não vai haver poesia"

FORA FC & CIA.
ETERNAMENTE O CLUBE DO POVO

SEMPRE O CLUBE DO POVO

By Douglas
Como diria o Neguinho da Beija-flor "não quero cadeira numerada, vou ficar na arquibancada pra sentir mais emoção". Marcelo Dourado que trate de desembolsar seus milhões pra contratar um centrovante de verdade, já que o FC não o faz. Do contrário, Marcelo Dourado que se f...
FORA PIFFERO & FC
ETERNAMENTE O CLUBE DO POVO!!!

quinta-feira, 15 de abril de 2010

E A DIREÇÃO CADA VEZ MAIS DINHEIRISTA!!!

By Flávio
Vencedor do BBB 10 estará no Beira-Rio na semana que vem, ao lado de ex-jogadores do clube. Ingresso para o setor custa mais de R$ 100,00!

Não que o torcedor colorado precise de grandes incentivos para se mobilizar para o jogo mais importante do ano para o clube, mas o Inter resolveu usar seus artifícios mesmo assim. O vencedor da décima edição do Big Brother Brasil, Marcelo Dourado, estará no Beira-Rio na quinta-feira da semana que vem para a partida contra o Deportivo Quito, que vale a classificação vermelha para as oitavas de final da Libertadores.
Ele ficará na Área Vip do Beira-Rio antes da partida, acompanhado de ex-jogadores como Valdomiro, Claudiomiro, Larry e Bráulio. O espaço fica nas cadeiras do estádio, entre os portões 24 e 25, e estará aberto a partir das 17h30min. Para marcar presença, o sócio colorado terá que desembolsar R$ 110,00. Para quem não é associado ao clube, o valor é maior: R$ 150,00. Os ingressos podem ser comprados na Central de Atendimento ao Sócio, no Gigante.
Desde que Marcelo Dourado venceu o BBB, o Inter vem se vinculando a ele. O lutador recebeu homenagem no site oficial do clube, teve sua imagem colocada no telão do Beira-Rio e foi agraciado com o título de cônsul do Colorado.



GRIFO MEU: É o Inter cada vez mais preocupado com a imagem do que com o departamento de futebol...
SOU DO TEMPO QUE ENTRAVA UMA TIAZINHA COVER NO MEIO DO CAMPO PRA MOVIMENTAR A MASSA! Tempo bom de se ir no Beira-Rio!!!

Grifo do Raul Pons: É aquela história...
Teve época que a direção ia preferir ter 100 torcedores anônimos, pagando 10 reais em uma coreia, do que 10 torcedores pagando 100 reais.
Fora que os "coreanos" iriam para ver o time jogar. Já quem pagar os 100 reais, vai pagar para ver o Dourado... meio estranho, isso...
E DEU PRA BOLA!!!

HOMENAGEM PELO QUE???

By Douglas
Irmãos colorados, acabo de acessar o site do Inter e, pasmem, vejo que vai haver um torneio em homenagem ao Armando Nogueira!!!

vejam:

http://www.internacional.com.br/pagina.php?modulo=2&setor=18&codigo=11035

Agora, eu pergunto: por que puxar-saco desse velho cretino que nunca fez absolutamente nada pelo Inter???

Se é pra homenagear alguém, então que se faça a copa Valdomiro Vaz Franco, ou Paulo Roberto Falcão, ou Fernando Lúcio da Costa, etc., etc.

Será que a plim-plim vai aumentar a cota de tv do Inter... seria a única explicação plausível (eu disse plausível, porque aceitável não é de jeito nenhum!)

Em tempo: é inadmissível que o Inter, campeão de tudo, ganhe menos dinheiro ou a mesma quantia da plim-plim e dos patrocinadores em geral do que ganham clubes de segunda divisão, como botafogo, fluminenC, palmeiras, vasco, atlético-mg, que não são campeões de nada.

FORA PIFFERO & FC
ETERNAMENTE O CLUBE DO POVO!!!

PATO

Pra complementar o assunto sobre o Pato: quem trouxe ele pro Beira-Rio certamente sabe qual é o estilo do cara, então deveria saber também que seria preciso adaptar o time, principalmente a zaga a isso, até porque vale muito a pena, porque ele é um baita goleiro e uma grande liderança, como disse o Douglas.

Ou será que esses caras pensam que pra fazer time é só trazer jogador bom (ou caro, em alguns casos) e largar no campo?

Ah, o tal planejamento...

ENQUANTO ISSO, NA VILA BELMIRO...

By Douglas
"Agora quem dá a bola é o Santos... Santos, Santos, goool"
Ontem, depois do assalto aos turistas catarinenses na Azenha, fui assistir ao massacre do Santos contra o bugre. Como é bom ver futebol que joga pra ganhar e que GANHA (em oposição ao "futebol que ganha", na teoria do FC, mas que, na prática, só empata). Espero que o Santos de Neymar, Paulo Henrique Ganso e Cia. ganhe o paulistão e a copa do Brasil. Pelo bem do FUTEBOL!!! (porque infelizmente é assim, tem que levantar o caneco, senão fica só na memória). E, no final da noite, ainda vi Pedro Iarley, o pequeno gigante, prendendo a bola na bandeira de escanteio e fazendo o tempo passar pra garantir a vitória do... curinthians. Ah, que saudade do triunvirato (Clemer, Iarley e Fernandeus para os leigos)!!!

MAIS SOBRE O LIVRO...

By Flávio
Deixa eu buscar o início do debate, senão parece que eu to me acagalhando. Coloca essa minha abertura e explica que depois de 200 tópicos xingando minha mãe, questionando se eu não era gremista infiltrado, me chamando de "não contribuinte" do Inter (sendo que sou sócio antigo) e dizendo que se eu quisesse ERA SÓ NÃO COMPRAR O LIVRO, afinal de contas tem revista GOOOOOL na banca pro pessoal de menor poder aquisitivo... depois de tudo isso surgiu a conversa do início do email:

Flávio: CLUBE DO POVO? - Faz me rir. Sabe quanto estava o PREÇO PROMOCIONAL DE PRÉ-VENDA do Livro do Centenário?
OITENTA CONTO!
Sabe quanto custa tu encomendares o registro histórico do teu time, fundamentado na ORIGEM HUMILDE???
CEM CONTO!!! Bota o frete e fica 111
DIREÇÃO, VAI *&¨%$!!!
Um livro que deveria ter em qualquer biblioteca de Colégio Público os caras vendem por CEM REAIS!!!
Nem livro de faculdade importado custa tanto!!!
Não me venham com papos de "é muito bem ilustrado"!!! Só pelo fato de ter sido escrito pelo PATETA do CLÁUDIO DIENStMANN deveria ter um desconto. O cara só fez barbeiragem como "historiador colorado" a vida inteira!!!
FICA AQUI MEU PROTESTO, CLUBE DO POVO É O @#$%!

TÍTULO COM PLANEJAMENTO... AONDE???

Alguém acredita que o Inter vai ser campeão da Libertadores este ano? Torcer é diferente de acreditar. Eu torço, e muito, mas não acredito. Em 2006 eu torcia e acreditava, mesmo contra os poderosos barça e sampa, mas agora a história é outra. Se ganharmos, e, repito, torço muito pra isso, vai ser por absoluta incompetência dos adversários. O Curíntia é o time de melhor campanha, então se vê o nível da coisa... O que pode nos ajudar muito, e eu sei que vai ter gente querendo meu fígado por dizer isso, são as atuações do Pato. Tenho ouvido muitas críticas a ele (assim como ouvia horrores sobre o Clemer...), mas, pensem bem, o cara ganhou tudo o que ganhou por um dos maiores times do mundo e foi titular absoluto por vários anos da seleção argentina jogando exatamente do jeito que joga hoje, adiantado e “batendo roupa”. Não seria, então, o caso de adaptar a nossa zaga ao estilo de jogo dele? Ontem, assim como em outros jogos, foi o estilo temerário dele jogar que evitou uma derrota nossa.

E o time da ceee do Equador vai sair da Libertadores contabilizando um mísero pontinho...

Será que ninguém no Beira-Rio consegue ver que a nossa zaga não existe, que o nosso meio parece um latifúndio improdutivo e que o nosso ataque parece de asma? Cadê o planejamento tão propagandeado por essa direção? Cadê o espetacular (foi o Carvalho que disse isso!) Wilson Mathias e o Thiago Humberto, que não jogam nunca? Cadê o atacante extra-classe que iriam trazer pra segunda fase da Libertadores? Será que é o tal do Éverton, cria dos segundinos e com ótima passagem pelo... Caxias???

Oremos...

VAGA

By França
E O COLORADO VAI DEIXAR A VAGA PARA A ÚLTIMA RODADA CONTRA O DEPORTIVO NO GIGANTE. ATÉ AÍ, TUDO CERTO. MAS SERÁ QUE O INTER VAI SER TÃO APÁTICO E "SEM GRAÇA" COMO FOI CONTRA O EMELEC? SERÁ QUE VAMOS VIVER MOMENTOS DE HORROR COMO FOI EM 2007 CONTRA O NACIONAL? POR FAVOR! EU REALMENTE ESPERO QUE POSSAMOS SAIR DO GIGANTE COM A VAGA GARANTIDA E SEM TAQUICARDIA OU ALGO PARECIDO.

OPORTUNISMOS...

By Douglas
Esse Fred aí faz um belo trabalho de resgate do passado do TIME (o que é diferente de CLUBE), especialmente no site e na comunidade "Intermultimídia", que são excelentes, PORÉM, ele está inserido no contexto da atual gestão, tem privilégios desde acesso livre ao vestiário até dar depoimento e aparecer no filme do mundial (o "Gigante"), então a opinião dele é bem comprometida.

Outro caso parecido, mas sem envolvimento político aparente, é o do Prof. Luís Augusto Fischer (que é um cara muito competente no que se propõe a fazer). Nunca ouvi o Prof. Fischer, durante quatro anos de faculdade, tecer comentários a respeito do Inter e de futebol em geral (ao menos publicamente), mas depois de 2006 ele se tornou o escritor e roteirista oficial do Inter. Ressalto a importância disso e a qualidade do seu trabalho (embora haja equívocos pontuais em suas obras sobre o Clube), mas há colorados tão ou mais competentes capazes de contribuir com o Inter e sua História que não têm vez nem voz, como o já citado Raul Pons.

São estas pequenas coisas que, somadas, vão causando contrariedade e indignação. É NECESSÁRIA UMA MUDANÇA JÁ! O Inter passou duas décadas na mão de meia dúzia de dirigentes irresponsáveis e incompetentes - o império otomano - que usaram o Clube para interesses excusos e como trampolim político (exemplo clássico é Luiz Fernando Záchia, líder do governo Yeda na Assembléia até bem pouco tempo). Isso não pode se repetir!

FORA PIFFERO & FC!
ETERNAMENTE O CLUBE DO POVO!!!